1- Não desorganizar a contabilidade!!!

Só nesta altura do fecho do ano é que constatamos o caos em que ficou toda a papelada que foi sendo entregue à contabilidade ou que se foi perdendo entre a grande quantidade de coisas para fazer.

2- Não vou perder facturas nem recibos!

No fim do ano fiz as contas por alto a quanto dinheiro gastei em estacionamentos e refeições que, por falta de comprovativo, não consegui receber de volta nem associar ao projecto. Este ano é algo que vai mudar. Vou enviar todas as facturas, por mais pequenas que sejam, vou enviar para o MagniFinance. Assim consigo saber exactamente o saldo de cada projecto associado a um centro de custos.

3- Facturar todos os serviços que prestamos.

Ao fechar o ano e avaliar a performance junto de cada cliente não é incomum detectar que foram prestados serviços que não foram facturados ou há uma avença que nunca foi paga porque nunca foi facturada. Este ano vou criar facturas recorrentes para que sejam emitidas automaticamente e, assim nunca mais me esqueço de facturar.

4- Vou ganhar dinheiro com a tesouraria.

O Gestor de Conta do Banco ligou para que fizéssemos uma aplicação financeira de curta duração. Explicou que não é preciso ter grandes valores disponíveis e que a cima de 14 dias já tem uns juros mais interessantes que a conta à ordem. Com o MagniFinance consigo prever as minhas necessidades de tesourarias e antecipar os momentos em que posso fazer estas pequenas aplicações. Todas somadas, no fim de 2015, ainda vai dar um valor interessante.

5- Vou assumir o controlo das minhas finanças.

Durante os últimos anos tenho dependido exclusivamente do meu contabilista para me dar um ponto de situação, não muito desactualizado, de como estavam as finanças da empresa. Só ele é que tinha acesso aos detalhes todos de forma agrupada e tratada. A folha de cálculo que usava já não conseguia acompanhar todos os movimentos financeiros que tínhamos. Este ano, com 5 minutos diários e o MagniFinance vou conseguir ter acesso à informação actualizada sem depender de ninguém. Consigo a qualquer hora do dia ou da noite ter acesso ao que preciso no formato em que me faz falta para tomar uma decisão. 

Ano novo vida nova? será que é desta que conseguimos mudar? 

Há muitas sugestões de como conseguir implementar as decisões que tomamos para o Ano Novo e não pertencermos aos 95% que vão esmorecendo e chegam ao fim com os mesmos desejos de mudança. O primeiro passo pode ser experimentar o MagniFinance em www.magnifinance.com



  • Nuno Rodrigues
  • 0

Comentários

Ainda não existem comentários sobre este artigo. Seja o primeiro!


Seu comentário

Tags: Boas práticas

Related posts

Este site usa cookies para melhorar o desempenho e experiência. Ao continuar, declara aceitar todos os cookies. Fechar