Esta semana estivemos com a LUMA VISUAL EXPERIENCE  o nome é longo e não há atalhos para dizer o que fazem.

A Luma Visual Experience compromete-se em devolver emoção à comunicação audiovisual que empresas e entidades utilizam para marcar momentos publicitários, institucionais,comemorativos e de registo para o futuro. 

Encontramos uma equipa motivada e repleta de vontade e profissionalismo que proporciona um serviço premium focado na excelência, visando o equilíbrio com preços muito competitivos no mercado nacional e internacional.

Já a caminho de um ano de experiência, a LUMA VISUAL EXPERIENCE tem desenvolvido a sua actividade na área da comunicação com enfoque na produção audio-visual.

Tivemos o privilégio de conversar com um dos fundadores, Mário Dinis que nos contou como tem sido a sua experiência na utilização do MagniFinance.

Como conheceram o MagniFinance? 

Conhecemos o MagniFinance numa Newsletter circulada rede de incubadoras de Lisboa . Nesta Newsletter apresentava o MagniFinance com a possibilidade de ser uma das primeiras 100 empresas a aderir à aplicação e conseguir condições verdadeiramente especiais. 

O Magnifinance foi a vossa primeira aplicação de Gestão Financeira? 

Sim. Quando fundamos a empresa iniciamos o mes de teste. Quando terminou, subscrevemos e continuamos a usar até hoje.

Como foi a Experiência da primeira utilização? 

Ao início ligamos algumas vezes para o Suporte. Entre o Suporte do MagniFinance e o apoio da nossa contabilidade fomos aprendendo os detalhes de como fazer a Gestão Financeira da LUMA VISUAL EXPERIENCE. Não sendo nenhum dos fundadores um gestor financeiro ou mesmo vindo da área de Gestão, no início da empresa tivemos alguma aprendizagem a fazer das tarefas administrativas inerentes à Gestão Financeira mensal e do dia-a-dia.

Quais são as vossas funcionalidades favoritas?

Destacamos 3 funcionalidades de referência:

Inicialmente foi a sincronização com o banco. Habituamo-nos de tal forma a esta funcionalidade que hoje só acedemos ao banco para efectuar transacções. Os dados da conta bancária são actualizados na página de entrada do MagniFinance e são integrados com toda a informação financeira da empresa, quer seja de recebimentos, quer seja de pagamentos permitindo aferir, mais que o saldo da conta bancária, os movimentos e a informação integrada de toda a informação financeira da empresa.

Outra funcionalidade que temos vindo a apreciar cada vez mais é a reconciliação bancária que nos poupa tempo e aumenta a fiabilidade da informação prestada. Hoje conseguimos todas as operações  administrativas de gestão financeira da LUMA VISUALEXPERIENCE em menos de 5 minutos.

Por fim, a funcionalidade que nos  tem ajudado muito na interacção com a Contabilidade: a  possibilidade de carregar os documentos de suporte para a plataforma. Esta funcionalidade simplifica todo o processo de entrega de documentação mensal à equipa de contabilidade. O mesmo se passa no fecho de contras trimestral para o cálculo do IVA.

Tendo em conta esta última funcionalidade, já tentaram dar acesso à vossa contabilidade ao MagniFinance?

Estamos a preparar esse passo com uma acção de formação que vamos fazer com a contabilidade para que possam aceder mensalmente a todos os elementos necessários, eliminando a tarefa de enviar a documentação para a contabilidade.

Há alguma funcionalidade que gostavam de ver implementada? 

Sim, no início sentimos a necessidade de poder criar e gerir  orçamentos que posteriormente originassem facturas, eliminando a necessidade de ter mais uma aplicação unicamente para a criação e gestão e orçamentos. Neste momento já temos a possibilidade de criar Orçamentos e, posteriormente emitir a factura sem a necessidade de introduzir mais dados. Com esta possibilidade conseguimos usar apenas uma aplicação para todas as tarefas administrativas que vão da orçamentação à facturação.

Agradecemos à equipa da LUMA VISUAL EXPERIENCE, em especial ao Mário Dinis por nos dispensar 5 minutos para partilhar connosco a sua experiência.


  • Nuno Rodrigues
  • 0

Comentários

Ainda não existem comentários sobre este artigo. Seja o primeiro!


Seu comentário

Tags: case studiesEmpreendedorismo

Related posts

Este site usa cookies para melhorar o desempenho e experiência. Ao continuar, declara aceitar todos os cookies. Fechar