Em grande parte devido às novas tecnologias, o mercado empresarial é hoje mais integrado, tornando mais fácil a realização de parcerias. Quando bem executadas as parcerias permitem-lhe potenciar o seu serviço / produto, criando novos canais de venda e chegando a mais clientes, o que seria impossível usando apenas os seus recursos.

O que procurar num parceiro?

Primeiro que seja um valor acrescentado para os seus clientes. Procure serviços e produtos complementares que quando combinados aumentem o valor acrescentado do seu produto para o cliente final. Se o conseguir tornará o processo de venda mais simples e conseguirá manter o seu cliente por mais tempo.

Segundo que seja uma empresa na qual tenha absoluta confiança e que partilhe os seus valores. Depois de tanto esforço e dedicação a construir reputação da sua empresa não quer deitar tudo a perder por ter parceiros que não o representem correctamente.

Terceiro que seja prático e proactivo. Na nossa opinião uma parceria deve ser algo que é construído ao longo do tempo equilibrando o esforço com o retorno. Simplifique ao máximo possível os processos no início e invista apenas o mínimo necessário (em tempo e recursos) para provar o conceito. Evite parceiros que o fazem perder tempo em inúmera documentação (contratos, acordos, NDAs), conteúdos ou até desenvolvimentos antes de se saber sequer se existem clientes que vão beneficiar com a parceria.

O que oferecer ao parceiro?

Uma parceria para resultar tem de ser uma relação win-win. Antes de abordar um potencial parceiro coloque-se na posição deste e construa um cenário em que seja claro o que este tem a ganhar. Não interessa o quão fantástico o seu produto é se não conseguir demonstrar vantagens, tipicamente financeiras, para o seu parceiro. Tem margem para pagar uma comissão relevante para o seu parceiro por cada cliente que lhe trouxer? Conseguirá vender os serviços do seu parceiro aos seus clientes?   

Analisar, melhorar e voltar a analisar  

As parcerias devem ser melhoradas de forma contínua. Analise frequentemente os resultados, esteja atento a oportunidades de melhoria e partilhe com o seu parceiro as suas ideias. Só assim poderá distinguir as parcerias que resultam. Nestas deve investir para as melhorar e, se apropriado, procurar outros parceiros semelhantes. Concentre o seu esforço no que lhe traz mais retorno e replique casos de sucesso.

E para o seu negócio, quem seriam os parceiros ideais?

  • Andre Silva
  • 0

Comentários

Ainda não existem comentários sobre este artigo. Seja o primeiro!


Seu comentário

Tags: #Empreendorismo#Gestão

Related posts

Este site usa cookies para melhorar o desempenho e experiência. Ao continuar, declara aceitar todos os cookies. Fechar