Qual a importância dos Indicadores Financeiros? Veja de que forma pode melhorar o desempenho da sua empresa. Conheça alguns Indicadores Financeiros que ajudam a gerir melhor a sua empresa.


O seu dia a dia está focado na procura de novos clientes, manter a fluidez do funcionamento da empresa, resolver os problemas que vão surgindo ou talvez ainda esteja a estudar se criar uma empresa é a melhor decisão para si. As preocupações com a operação e com o crescimento da faturação são o foco natural de quem criou a empresa pela ambição de criar um império ou por paixão pela sua vocação. É então normal que a monitorização da situação financeira da sua empresa pareça uma tarefa irrelevante.


No entanto, tire o bloco de notas porque vamos explicar-lhe como facilmente  calcular uma série de indicadores financeiros que servirão de complemento valioso àquilo que a sua intuição lhe diz sobre o estado da empresa. Estes indicadores poderão servir como forma de continuamente calibrar a sua intuição e enquadrar com maior frieza o momento em que esta se encontra.


Ticket Médio:

Ticket Médio = Faturação / Número de Vendas

 

O que é:

O Ticket Médio dá-nos o valor médio faturado por cada vez que uma venda é fechada.


Porque é importante:

Acompanhar este indicador ao longo do tempo pode dar-lhe uma noção mais concreta de como vai variando o peso de cada venda para o seu negócio. Quanto mais elevado é este indicador mais importante se torna perder ou conseguir cada venda ou seja, quanto tempo e dinheiro vale a pena investir por venda.

Por vezes, no dia-a-dia da empresa, é difícil ter a noção exacta do valor médio de cada venda, e como este valor está a variar ao longo do tempo e isso pode levar-lo a estar a fazer um investimento que se tornou desfasado da realidade atual do seu ticket.


Dica:

Se tiver um ticket que está abaixo dos objectivos, tente fazer Up-Sell ou Cross-Sell (venda de uma gama acima ou um produto ou serviço complementar), que ajude não só o cliente a ter uma melhor experiência, mas que também o ajude a si a aumentar o valor médio de cada venda.


Margem de Contribuição:

MC = Faturação - Custos Variáveis

 

O que é:
A quantia em dinheiro que sobra após a venda dos produtos ou serviços, retirando os custos variáveis ou seja os custos que variam diretamente com a sua produção ou a realização do serviço.

Porque é importante:

Conhecer a Margem de Contribuição pode ajudá-lo a perceber que um determinado produto ou serviço não é viável.


Dica:
Alguns itens como comissões sobre vendas e despesas de logística podem ter grande impacto sobre a MC. Se conseguir negociar custos variáveis pode melhorar bastante a MC da empresa, ainda que, por vezes, esses valores possam parecer pouco significativos.

Ponto de Equilíbrio:

PE = Custos Fixos  / (Ticket Médio - Previsão de custo variável médio por Venda)

O que é:
Ponto de Equilíbrio indica-lhe o número de vendas que precisa de fazer para que o total de receitas da empresa iguale o total dos gastos.

 

Porque é importante:
O cálculo do Ponto de Equilíbrio permite-lhe saber, a qualquer momento, o número mínimo de vendas que a empresa deve fechar para ser viável. Os objetivos de venda devem ser estabelecidos com o conhecimento concreto deste número.


Lucro Operacional e Margem de Lucro (%):

Lucro Operacional = Faturação - Custos Fixos - Custos Variáveis
Margem de Lucro = Lucro Operacional / Faturação * 100

O que é:
Estes indicadores focam-se no resultado da operação da sua empresa. O Lucro Operacional quantifica em euros o sucesso da sua operação e a Margem de Lucro indica-lhe quantos euros a sua empresa guarda por cada 100 euros de faturação.

 

Porque é importante:

Com estes indicador pode rapidamente quantificar a eficiência da sua empresa e poderá acompanhar como varia ao longo do tempo. A margem de lucro pode ainda servir como base para comparar a sua empresa com os seus concorrentes e uma vez que se trata de uma percentagem pode até ser usada para comprar a sua empresa com outras de tamanhos ou indústrias distintas.

 

É importante perceber que, apesar destes indicadores ajudarem o gestor a ter uma melhor compreensão do real estado da empresa, a análise destas métricas não garante sucesso no mundo empresarial. No entanto, é uma ferramenta que, quando devidamente utilizada, pode ser uma vantagem competitiva de muita relevância.

Ainda tem dúvidas sobre a importância da contabilidade e da gestão financeira? Deixe as suas perguntas nos comentários abaixo ou use o nosso chat online e fale com um dos nossos analistas.



  • Martim Roll e Jorge Santos
  • 0

Comentários

Ainda não existem comentários sobre este artigo. Seja o primeiro!


Seu comentário

Tags: Gestão FinanceiraMagnifinance

Related posts

Este site usa cookies para melhorar o desempenho e experiência. Ao continuar, declara aceitar todos os cookies. Fechar