Qual é a primeira competência que precisamos quando temos uma ideia? 

Precisamos da capacidade de a apresentar. Da capacidade de contar uma história cativante que seduza o nosso interlocutor e simultaneamente lhe comunique todas as informações necessárias. A arte de o fazer em formato reduzido e de elevada intensidade é chamada de fazer um Pitch.

Segundo Andrew J Scott (@andrewjscott) as Startups europeias precisam de se organizar melhor no que toca às suas apresentações. Deixamos aqui um resumo dos 10 pontos que ele aponta no seu artigo publicado na TechCrunch (http://techcrunch.com/2014/11/08/1077734/) como sugestões para melhoria.

1 - Associação Problema/Solução

Seja claro no que faz. A dimensão do problema que resolve e o nível de resolução aporta valor ao seu negócio. Segundo o Autor, não há razão para não explicar o problema que visa resolver num minuto, muito menos em 3.

Sugestão: fazer a apresentação a um familiar. Se ele perceber o que faz, um investidor provavelmente também compreenderá. 

2 - Fale Inglês Claro

Numa apresentação ao mercado internacional ser compreendido é algo fundamental para conseguir comunicar a mensagem. Segundo o autor os sotaques demasiado vincados, podem ser impeditivos do sucesso. 

Sugestão: Grave-se a fazer a apresentação e peça a um Native Speaker a sua opinião sincera. Caso seja necessário, invista em aulas de Inglês.

3 - Fale devagar

É um desafio difícil de cumprir. Falar devagar sobre um tema que nos apaixona não é fácil. Falar devagar ajuda a ser mais claro e ultrapassar dificuldades linguisticas, sendo que aumenta o impacto do que está a ser dito.

Sugestão: Se acha que está a falar demasiado devagar então está bom.

4 - Os Slides Certos

A necessidade de explicar tudo leva a apresentações confusas e demasiado densas. O autor recomenda este (http://www.sequoiacap.com/grove/posts/6bzx/writing-a-business-plan) template de 15 a 20 slides como um bom ponto de partida.

Sugestão: Use o bom senso! Se está a preparar uma apresentação para entrega ou para ser apresentada use conteúdos diferentes.

5 - Menos é mais: Conteúdos Simples

“Se estamos a ler um slide não o estamos a ouvir”. Os slides complexos levam a que a audiência se envolva neles e não se relacione consigo. Como temos tão pouco tempo para apresentar a nossa solução é importante apostar num modelo relacional que se apoie em slides simples.

Sugestão: Imite o Steve Jobs com slides simples e com muito pouco texto 3 pontos ou uma palavra e mais imagens. Assim não tem de competir com os seus slides pela atenção da audiência.

6 - Conte uma história

Os humanos são seres emocionais. Sim, até os investidores têm emoções. O Story telling é uma das mais antigas formas de comunicação da humanidade. Metade do desafio é envolver a audiência nos primeiros 5 a 10 segundos antes que as cabeças voltem a apontar para os telefones e computadores.

Sugestão: Uma história fresca e dinâmica que posicione o seu Problema/Solução. Este factor apenas pode diferencia-lo.

7 - Treine

Com todo o investimento de tempo e recursos que é feito para estar em cada evento é curioso como há empreendedores que não se prepararam. A importância de conseguir impactar a sua audiência numa apresentação de 1,3,5 ou 10 minutos é grande. Treinar ajuda a melhorar.

Sugestão: Treine a apresentação para a duração e audiência que vai encontrar. Apresente, veja, corrija e volte ao princípio.

8 - Pause

Antes de começar aproveite uns momentos para fazer uma pausa. Conseguir compostura e assertividade em palco é vital  e pode aproveitar 5 segundos para evitar parecer uma “Hiena doida” antes de começar.

Sugestão: Respirar antes de falar.

9 - Responda a questões de forma rápida e assertiva

Se treinou com uma audiência amigável já está preparado para algumas questões, mas os investidores irão fazer perguntas difíceis e vão deixa-lo em situações sem saída. Treine as respostas, mesmo que seja: “Terei todo o prazer em lhe responder já a seguir quando sair do palco”.

Sugestão: Escreva as 10 perguntas que mais tem medo que lhe coloquem. Tem boas probabilidades que apareçam.

10 - Contrate um Treinador

Pode contratar alguém para o ajudar a preparar a apresentação e treinar as suas capacidades de comunicação. Pode ser um profissional ou um mentor. Este pequeno investimento pode fazer a diferença num contexto de tantas apresentações excelentes.

Sugestão: Não pense que é único. Peça ajuda.

Concluindo, há muitas dicas e truques que pode usar, mas ver as apresentações dos casos de sucesso é algo que pode fazer a diferença. 



  • Nuno Rodrigues
  • 0

Comentários

Ainda não existem comentários sobre este artigo. Seja o primeiro!


Seu comentário

Tags: StartUp

Related posts

Este site usa cookies para melhorar o desempenho e experiência. Ao continuar, declara aceitar todos os cookies. Fechar