Existem negócios que pelas suas características exigem emitir faturas mensalmente a um número elevado de clientes. Temos vários exemplos de empresa nessa situação e apenas para contextualizar vamos utilizar o caso de um colégio.



Um colégio pode facilmente ter mais de 50 crianças. Todos os meses são emitidas as faturas das mensalidades destas 50 crianças.


Emitir repetidamente as faturas todos os meses é só o primeiro problema. Uma vez emitidas, o colégio tem de gerir todos os pagamentos. Se o pagamento é feito no próprio local por multibanco o colégio sabe mais facilmente quem pagou, mas vai gastar bastante dinheiro em comissões. Se o pagamento é feito por transferência bancária, é muito complicado depois realizar a ligação entre os movimentos e as faturas, porque as descrições dos movimentos raramente são uniformes.


A juntar a todo este complexo processo,  lembre-se que há sempre erros humanos, como por exemplo um cliente que errou no valor da transferência.


No MagniFinance sabemos que a nossa plataforma pode ser uma ajuda fantástica, automatizando grande parte do processo e, em alguns casos, contribuindo para uma poupança directa de dinheiro na empresa. Pegando no nosso exemplo, saiba como o processo seria gerido na nossa solução:


1. Se uma fatura é criada mensalmente para um cliente, pode configurar no MagniFinance uma recorrência para que esta apareça todos os meses de forma automática. A fatura aparece em estado rascunho, ou seja, pode sempre alterar e atualizar qualquer informação do documento, incluindo o seu valor.


2. Após validar a informação dos documentos para o mês, pode selecionar todos de uma só vez para os emitir com um único clique. Da mesma forma, pode selecionar todos os documento, e novamente com apenas um clique enviar por email para os seus destinatários.


3. Nestes casos para facilitar o  pagamento o que sugerimos é que utilize referências multibanco. Assim, as faturas saem para os clientes com uma referência multibanco. O custo de cada referência paga é bastante competitivo, cerca de 70 cêntimos, quando comparado com outras formas de pagamento. Adicionalmente desta forma sabe sempre quem pagou, porque a referência faz a ligação com o cliente.


4. O dinheiro entra no MagniFinance e a sugestão com o respectivo documento é efetuada de forma praticamente automática, pelo que saberá sempre praticamente em tempo real que mensalidades (e respectivo valor) estão em atraso.

Este é apenas mais um exemplo do que pode ganhar com o MagniFinance. Deixe o trabalho "chato" para nós e liberte-se para desenvolver o seu negócio!




  • Pedro Matias Dias
  • 0

Comentários

Ainda não existem comentários sobre este artigo. Seja o primeiro!


Seu comentário

Tags: #BoasPráticas#Gestão

Related posts

Este site usa cookies para melhorar o desempenho e experiência. Ao continuar, declara aceitar todos os cookies. Fechar